Olá pessoas, nós somos a Equipe Bazinga de Indaiatuba/SP e estamos aqui para falar um pouco sobre a preparação de uma estratégia!

Antes de fazer toda a estratégia, a equipe deve analisar e aprender o máximo sobre as missões da temporada. É muito importante que todos os membros da equipe estejam presentes nesse momento de pré-preparação, pois nem todos os participantes terão a mesma opinião e a de todas tem extremo valor!

Para dar início, nós utilizamos o KAIZEN. A partir dessa metodologia ocorre todo o processo de criação do robô e de seus anexos. O nome KAIZEN é de origem japonesa e significa “mudar para melhor”.

A utilização do KAIZEN consiste em cada membro da equipe classificar as missões de acordo com facilidade X benefício. A Facilidade envolve distancia da base, complexidade da missão (numa visão geral) e complexidade para a equipe (pois é muito relativo e varia muito de pessoa para pessoa), já o Benefício é a quantidade de pontos em questão. Para classificar a facilidade de uma missão, cada participante deve atribuí-la uma nota de 0 a 10, onde a nota máxima equivale ao maior nível de facilidade.

Depois que todos realizaram a classificação, a equipe deve gerar um gráfico com esses dados, onde teremos Facilidade no eixo Y e Benefício no eixo X. O gráfico criado deverá ser divido em quatro áreas (assim como na imagem abaixo), onde:

-A primeiro são as missões com prioridade de realização;

-A segunda são as missões com menor facilidade, porém maior benefício;
-A terceira são as missões com maior facilidade, porém menor benefício e

-A quarta são as missões de menor facilidade e menor benefício.

A partir da posição de cada missão no plano cartesiano, a equipe poderá saber o que é melhor para a estratégia.